O que é persona no marketing digital?

Muito importante essa tal persona;

Ela conquistou um lugar de destaque no coração dos profissionais de marketing, mas também dos vendedores e donos de ecommerce, e todos sabemos que para ter sucesso nas vendas, é necessário dar mais atenção a sua Persona, mimá-la. 

Convido você a continuar lendo: Vou tentar esclarecê-lo sobre o assunto, para ajudá-lo a entender o conceito de personas e sua importância em uma estratégia de marketing bem elaborada. Descubra rapidamente quem são suas personas e como cuidar bem delas.

O Que é uma Persona?

Uma persona, também chamada de “buyer persona”, é uma representação fictícia de seus alvos, seus clientes em potencial e clientes. Quando falamos em representação fictícia, obviamente isso quer dizer não são clientes verdadeiros, mas, personagens imaginários que possuem perfil semelhante ao seu tipo de cliente ideal.

Em princípio, as personas são criadas para um determinado projeto: pode ser o lançamento de um novo produto, uma nova campanha publicitária, a venda de um produto, promover um serviço, etc.

Para que serve uma Persona?

A persona também visa refinar o conhecimento do cliente e, portanto, definir claramente uma estratégia de conteúdo que vai atrair os melhores clientes em potencial.

Por exemplo, digamos que sua empresa irá lançar em breve uma nova fragrância de um perfume masculino. Para evitar a perda de tempo e de recursos, criamos as personas para orientar os próximos passos, neste caso, é interessante saber algumas informações importantes sobre nosso cliente imaginário (Persona), como:

  • Qual a sua idade?
  • Qual sua escolaridade?
  • É solteiro, tem filhos, se sim, quanto?
  • Em que trabalha? Quanto ganha em média?
  • Quanto tempo gasta por semana cuidando do próprio corpo?
  • Quais produtos de beleza costuma consumir?
  • Quanto em média gasta por mês com cremes, loções, perfumes, etc?
  • Quantas vezes por dia coloca perfume?
  • Quantas por dia gasta na internet? Quais suas redes sociais preferidas?
  • Quais os conteúdos costuma consumir mais?
  • Segue algum Influenciador? Se sim, qual?

Quanto mais informações puder obter sobre sua persona, melhor será o seu alcance.

Um bom exemplo de Personas bem definidas, foi o lançamento do Iphone 6 pela Apple em 2014, foram criadas inicialmente 50 personas em diferentes países. Uma semana antes do lançamento, 80% do estoque já estava vendido antes mesmo das principais lojas abrirem, foram mais de 4 milhões de Iphones vendidos em 24 horas, apenas na pré encomenda.

Todos este sucesso foi possível, porque as personas foram definidas e trabalhadas meses antes do lançamento. A Apple já sabia exatamente onde estaria cada tipo de cliente e onde alcançá-lo.

Como definir a persona de uma marca?

Na verdade, criar suas personas não é muito complexo, basta um pouco de bom senso e disciplina. Você pode ter tantas personas quantos tipos de clientes.

No entanto, é recomendável não criar um número infinito de personas, . porque corre o risco de se perder e atrapalhar sua estratégia!

3 personas é um bom número para começar. 5 no máximo. Pense nisso, quanto mais personas você tiver, mais trabalho terá!

Existem ferramentas muito boas para criar suas personas. Você descobrirá que nem todas as suas personas têm o mesmo potencial. Portanto, concentre-se naqueles que realmente valem a pena.

Para criar suas personas, você terá que segmentar seus alvos de acordo com certos critérios. Depende de você determinar os critérios de segmentação mais relevantes.

Para isso, você usará dados demográficos e comportamentais; enquanto antes nos concentrávamos apenas em dados demográficos para estabelecer segmentos, hoje, graças em particular ao big data e ao poder dos sistemas de automação de marketing, temos muito mais informações sobre nosso público e nossos alvos.

Hoje, as empresas têm a oportunidade de conhecer melhor seus clientes atuais e potenciais. A análise de dados do Google Analytics ou do Gerenciador de tags do Google ou de ferramentas de estatísticas de mídia social, pode revelar informações valiosas sobre os gostos, interesses e comportamentos de seus alvos quando eles interagem com sua empresa.

É graças a esses dados que você poderá segmentar, agrupar esses indivíduos em conjuntos mais ou menos homogêneos.

Além de todas essas ferramentas à sua disposição, você também pode ouvir diretamente seus clientes para entender suas necessidades e questões.

Para definir corretamente suas Personas você pode iniciar respondendo perguntas básicas, como no exemplo anterior:

  • Idade? Sexo?
  • Região onde mora?
  • Nível de escolaridade?
  • Em que trabalha? Quanto ganha em média?
  • Quanto gasta em média com produtos semelhantes ao seu?
  • Como busca informações, quais redes sociais mais utiliza?
  • Estaria ele disposto a comprar o seu produto?
  • Indicaria o mesmo para mais pessoas?

Criou suas Personas? Agora para que sua estratégia tenha resultados positivos, você deve:

  • definir precisamente seus alvos, seus clientes potenciais;
  • entender seus clientes em potencial, para se colocar no lugar deles;
  • criar conteúdo personalizado e contextualizado (interesses, necessidades e objetivos, situação familiar, contexto de compra, etc.);
  • trazer mais consistência e relevância para a jornada de compra;
  • resolver o problema da ruptura entre marketing e vendas;
  • aumentar o impacto de suas campanhas de marketing (ROI);
  • converter mais facilmente seus leads em clientes.

Conclusão

Com uma compreensão mais precisa das necessidades, problemas e comportamento de compra de suas personas, você será capaz de construir uma estratégia editorial relevante, coerente e sustentável, além de criar conteúdo personalizado e adaptado, em cada etapa do funil de conversão, isso vai transformar seu negócio em uma verdadeira máquina de vendas.

What's your reaction?
Mostrar ComentáriosFechar comentários

Deixe um Comentário